quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Pa-ra-béns aos envolvidos!

Manchete de Ontem: Casal de fotógrafos recria cenas do cotidiano em buracos de rua.




O que é o mundo se não um aglomerado de defeitos, né? A sociedade não deu muito certo, e a civilização não é nada civilizada. O estado não cumpre o seu papel regulador, por isso está tudo desregulado. E até no Canadá, onde as coisas teoricamente são melhores do que na nossa pátria amada idolatrada, as coisas não são lindas e perfeitas, e também existem buracos no asfalto. Veja bem, nós do segundo ou terceiro mundo, não temos exclusividade nem nas mazelas! Absurdo!

E o pessoal do Canadá, aquela terra fria, também tem muita cuca no lance (momento saudades da escolinha do professor raimundo da última ou penúltima geração). Nada de boneco do fantástico, nada de plantar um galhinho ou colocar uma bananeira no buraco, nada de colocar uma simples plaquinha de pesque-pague do Humberto (um beijo pra minha querida Jataí!), nada disso! O negócio é mais sofisticado, mais cheio de frufru... Os caras fizeram um baita ensaio fotográfico, com a criatividade transbordando por todos os buracos, uma lindeza só!

Claro que acho as iniciativas brasileiras muito interessantes também... Mas essas fotos canadenses são de encher os olhos, de ficar pensando: “poxa, pode-se fazer uma coisa muito linda, a partir de uma coisa feia e inútil”!

Meu sonho é ter 1/10 dessa criatividade pra transformar as chatices e feiuras da vida em coisas bonitas! =)

2 comentários:

  1. Ana, talvez você não seja tão criativa quanto os canadenses, mas escreve bem "pra daná"!

    Um abraço

    ResponderExcluir